Portugal de Lés-a-Lés 2018

Local para anúncio de encontros de outras Organizações

Moderadores: JoseMorgado, pedropcoelho, Rui Viana, MHQC, amandio

Avatar do Utilizador
abbocath
Membro Sénior
Mensagens: 776
Registado: 26 jun 2007 12:03
Localização: Entroncamento
Contacto:

Re: Portugal de Lés-a-Lés 2018

Mensagem por abbocath » 13 jun 2018 20:24

Fantástico José!

Quanto a essa K75S está a acabar a rodagem não?

Abraço
Rui Peixoto
R 75/5 1971
K 100 RS 1987
R 1150 GS 2002

Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 4897
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: Portugal de Lés-a-Lés 2018

Mensagem por JoseMorgado » 14 jun 2018 11:38

abbocath Escreveu:
13 jun 2018 20:24
Fantástico José!

Quanto a essa K75S está a acabar a rodagem não?

Abraço
Sim, neste momento, já não terá que fazer reapertos de parafusos....
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Avatar do Utilizador
abbocath
Membro Sénior
Mensagens: 776
Registado: 26 jun 2007 12:03
Localização: Entroncamento
Contacto:

Re: Portugal de Lés-a-Lés 2018

Mensagem por abbocath » 14 jun 2018 16:59

JoseMorgado Escreveu:
14 jun 2018 11:38
abbocath Escreveu:
13 jun 2018 20:24
Fantástico José!

Quanto a essa K75S está a acabar a rodagem não?

Abraço
Sim, neste momento, já não terá que fazer reapertos de parafusos....

:lol: :lol:
Rui Peixoto
R 75/5 1971
K 100 RS 1987
R 1150 GS 2002

luiz silva
Membro Experiente
Mensagens: 1433
Registado: 22 abr 2014 19:10
Contacto:

Re: Portugal de Lés-a-Lés 2018

Mensagem por luiz silva » 15 jun 2018 11:00

É de dar orgulho este conta quilômetros!!

Abçs
Luiz

Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 4897
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: Portugal de Lés-a-Lés 2018

Mensagem por JoseMorgado » 16 jun 2018 14:21

Enquanto ainda ando a ultimar a "reportagem" do LaL, aqui fica um link da FMP com Fotos excepcionais!

http://www.les-a-les.com/Events/LAL
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 4897
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: Portugal de Lés-a-Lés 2018

Mensagem por JoseMorgado » 16 jun 2018 16:35

20º Lés-a-Lés no "Fugas" do "Público"

https://www.publico.pt/2018/06/16/fugas ... as-1834239
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 4897
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: Portugal de Lés-a-Lés 2018 1º e 2º Dias

Mensagem por JoseMorgado » 18 jun 2018 03:39

1º Dia - Ida para Faro

1º Encontro, à saída de Alcácer, depois do almoço.

Imagem

Eu e o João Rego, de Lisboa.

O Raúl, o Carlos Vieira e a Elisa, de Santarém.

Como estava tudo fechado, seguimos para Grândola.

Imagem

Imagem

Imagem

Foram chegando, o Mário Ferro de Setúbal.

O Ramiro Matos, o Pedro Esperancinha, o Vasco Tomás, o Francisco Fragoso, de Santarém.

O Carlos Esperancinha de Palmela.

O Aníbal e a Elisabete Tavares de Almeida, de Lisboa.

O André Allen que veio de Macau passou por lá mas, como tinha um jantar em Portimão, seguiu viagem.

A minha veterana RT.

Imagem

Que este ano tinha um Upgrade, pensado para suportar melhor as altíssimas temperaturas que se tinham registado no ano passado.

Imagem

Depois de muita conversa e telefonemas, seguimos viagem para o Algarve.

Imagem

A conselho do José Miguel Weinberg, que ainda estava em Lisboa, mas que ia lá ter, o destino foi o "Manel dos Frangos", na Oura.

Imagem

Imagem

Imagem

As "Manas", dos "Manos" Esperancinhas".

Imagem

Imagem

Imagem

Já com a presença do José Miguel Weinberg, que entretanto chegou na sua BMW R100RS, com 40 anos, o jantar foi Muito Bom, com os Famosos Frangos da Guia.

Imagem

Imagem

Depois do jantar, cada um foi para os seus alojamentos, pois muitos têm residências de férias no Algarve, com o encontro marcado para Faro, às 9:30 da manhã.

2º Dia - Verificações Técnicas e Documentais - Passeio de Abertura - Faro - Faro

Pela manhã, esta era a vista para a Doca de Recreio de Faro, fronteira do Jardim Manuel Bívar, onde iria ter início o 20º Lés-a-Lés.

Imagem

Imagem

E, à hora marcada, lá começaram as Verificações Técnicas, e Documentais, no Largo de São Francisco.

Imagem

Imagem

As primeiras a entrar foram as 50 c.c.

Imagem

Depois as maiores.

Imagem

Imagem

Aqui, o José Miguel Weinberg.

Imagem

O Carlos Esperancinha.

Imagem

O "Controlador" Arlindo Duarte, um dos Sócios do BMW MC PT que faz parte, há uns anos, da eficiente organização do LaL.

Imagem

O Raul e o António Eloy, que tinha chegado nessa manhã de Santarém.

Imagem

O Vasco Tomás.

Imagem

O Francisco Fragoso.

Imagem

Tudo foi "despachado" com distinção por todos, e com grande rapidez e eficiência pela Organização.

Próxima tarefa, recolher a documentação e colar os autocolantes.

Aqui o Aníbal e a Elisabete, uma Dupla já "habituel" em todos os Lés-a-Lés's.

Imagem

A seguir, colar e montar os Road Book's.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Tudo terminado.

Imagem

Imagem

Imagem

Aqui o Ramiro.

Imagem

Imagem

Imagem

O António Eloy teve que tirar primeiro o último, do ano passado.

Imagem

O Mário estava a meio da "operação".

Imagem

O José Miguel andava à volta do Road Book.

Imagem

Imagem

Imagem

Já tudo concluído.

Imagem

O Francisco Fragoso já tinha tudo quase pronto.

Imagem

O Raul também.

Imagem

O João Rego estava a terminar.

Imagem

O Pedro Silva, que tinha vindo nessa madrugada de Leiria, estava Bem Disposto.

Imagem

Depois de tudo pronto, a atenção às redes sociais.

Imagem

O Vasco a tratar de negócios.

Imagem

Tudo pronto com o Mário.

Imagem

E com o Nuno Sousa, que entretanto tinha chegado de Lisboa.

Imagem

O parque de estacionamento começava a encher.

Imagem

Imagem

Enquanto se esperava que todos terminassem, a conversa era posta em dia.

Imagem

Imagem

Imagem

O Pedro Esperancinha e o Carlos Vieira.

Imagem

A Elisa e o Carlos Vieira, uma dupla de altíssimo "rendimento".

Imagem

Enquanto esperávamos, o Raul pôs, pela primeira vez neste LaL, o seu Drone no ar.

Para além das filmagens, que veremos mais tarde, aqui fica uma foto.

Imagem

Tudo a postos, com a 1ª página, do 1º Road Book de 2018.

Imagem

Seguimos para a Vila a Dentro de Faro, entrando nas muralhas, e passando pelas ruelas entre muros.

Aqui, o Road Book levava-nos para uma rua de sentido proibido, a organização ainda estava a tapar o inconveniente sinal de transito.

Imagem

Saímos depois em direcção ao Jardim Manuel Bivar, onde estava o Palanque.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

E assim, começou o nosso Lés-a-Lés deste ano!

Depois de uma voltas em Faro, onde passámos pelo marco de Início/Fim da N2, seguimos em direcção ao Aeroporto, passando por Montenegro, Gambelas, Universidade do Algarve, Pinhal do Pontal, à porta da Herdade do Ludo onde, apesar do que estava no Road Book, não entrámos, terminando na Praia de Faro, no Oásis da Junta de Freguesia de Montenegro.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Com "Comes e Bebes", os primeiros deste Lés-a-Lés.

Imagem

Imagem

Seguimos depois para Estoi, onde deveríamos visitar os Jardins do seu Palácio mas, pela 2ª vez desde a saída de Faro, o local estava com as portas fechadas.

Novo objectivo, o Cerro de São Miguel.

Imagem

Imagem

Aqui, as vistas para Faro e Olhão são esplendorosas onde, apesar da manhã fria e nublosa que estava, se podia ver a Via do Infante, a Ria Formosa e as ilhas barreira da Armona, Culatra e Deserta.

Imagem

Imagem

Imagem

Muito interessante.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Próximo destino, o Moinho de Maré da Ria Formosa, junto a Olhão, perto da sede do Parque Natural da Ria Formosa.

Esta visita implicava uma caminhada a pé.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Na açoteia.

Imagem

Imagem

Imagem

Umas fotos de "família".

Imagem

Imagem

Já eramos muitos mas, mesmo assim, ainda faltavam alguns.

Foi aqui que "apanhámos" o 1º Ponto de Controlo deste LaL, com o respectivo pica de alicate.

Como já era hora de almoço, e o programa do "Passeio de Abertura" é muito suave e não tem horários, a conselho do Pedro Silva, fomos almoçar ao "Primo", na N125.

Imagem

As Motas, como mandam as regras, sempre à nossa vista.

Imagem

Imagem

A RT do Aníbal e da Elisabete

Imagem

A R100RS do José Miguel.

Imagem

As GSA's do Povo.

Imagem

A minha.

Imagem

Mais uma vez, como a recomendação era conhecedora, comemos muito Bem!

Mais umas voltinhas, e damos connosco à entrada da Sede do Moto Clube de Faro, que nos recebeu com a devida deferência.

Imagem

Imagem

Aqui encontrei um Amigo alemão, é meu Amigo, mas eu nem sei o seu nome, basta dizer que é o dono desta R75/7, presença constante nos últimos LaL.

Imagem

Sempre impecável.

Imagem

Do ano passado para este, tinha ganho um Upgrade.

Imagem

Umas malas muito curiosas.

Imagem

Como é lógico, estacionei ao lado dele.

Imagem

Cá fora havia outros motivos de interesse.

Imagem

Imagem

Imagem

As instalações do Moto Clube de Faro são espectaculares.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Cá fora, o Pedro Silva estava muito divertido.

Imagem

E o ambiente era muito descontraído e acolhedor.

Imagem

Os "Manos" Esperancinha e o Vasco, aproveitavam para "descansar".

Imagem

A R100RS do José Miguel era objecto de muita atenção.

Imagem

Para grande surpresa minha, encontrei um dos Sócios mais antigos do BMW Motoclube Portugal, o Nuno Abreu, que é do Porto, e estava lá, não como participante no LaL, mas "apenas" de passagem.

Imagem

Com a sua "vetusta" R100R, também era alvo do interesse dos demais.

Foi ele que, há uns anos, nos criou o actual Símbolo do BMW MC PT.

Imagem

As instalações são realmente imponentes.

Imagem

Imagem

Imagem

O Programa do 1º dia do LaL já tinha chegado ao Fim.

Cada um foi para os seus alojamentos, tomar um banho, e descansar.

Depois, uns ficaram por Faro, e saborearam o jantar oferecido pelo LaL, outros, que estavam por Vilamoura e Albufeira, ainda foram jantar a Quarteira, na Marisqueira Santiago, desta vez a conselho meu.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

O ambiente estava muito Bom e a Comida era, como é habitual aqui, Óptima.
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 4897
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: Portugal de Lés-a-Lés 2018 3º e 4º Dias

Mensagem por JoseMorgado » 18 jun 2018 03:40

3º Dia - 1ª Etapa - Faro - Portalegre

Imagem

A nossa saída era às 6:36, com muito Frio.

Imagem

Imagem

Imagem

As "cinquentas" também estavam nas saídas "Madrugadoras".

Imagem

Imagem

Um compasso de espera para o pequeno almoço.

Imagem

O Ramiro e o Francisco.

Imagem

O Raul, a Elisa, e o Carlos Vieira.

Imagem

O Vasco.

Imagem

O Pedro Esperancinha.

Imagem

O Mário e o Pedro Silva.

Imagem

O José Miguel, o João Rego, eu e o Arlindo Duarte, da Organização.

Imagem

Após a saída, fizemos novamente um pequeno troço da N2, e seguimos para a Serra do Caldeirão.

Para além do Muito Frio, apanhámos um Nevoeiro cerrado, pelo que não há practicamente imagens.

Imagem

Muitos foram os km's que fizemos com temperaturas muito baixas, com uma névoa gelada a pairar junto ao solo.

Imagem

Nem parecia que estávamos no Algarve, a uma semana de começar o Verão.

Aqui o José Miguel, após uma "pequena" saída de estrada da sua R100RS, felizmente, sem consequências de maior.

Imagem

Entrámos em Mértola por um caminho muito interessante.

Imagem

Com a primeira paragem, já muito desejada.

Imagem

Imagem

Junto ao Rio Guadiana.

Imagem

O Road Book, muito informativo.

Imagem

Apesar do desfasamento constante das distâncias medidas.

Imagem

Aqui, o Moto Clube das Muralhas.

Imagem

Ofereceu uma excelente recepção gastronómica.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

E claro, cafezinho, servido por esta simpática "voluntária".

Imagem

Depois de reconfortar os estômagos, fomos fazer uma vistoria à R100RS.

Imagem

Imagem

Parecia estar tudo Bem.

Estas BMW's são uns verdadeiros "Tanques".

Imagem

Rapidamente seguimos viagem em direcção ao Pulo do Lobo.

Imagem

Imagem

Mas entretanto, um controlo do Moto Clube de Albufeira.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Não conseguimos chegar ao famoso Pulo do Lobo.

Como o acesso é um caminho de terra ingreme, irregular, que não tem saída, e na altura em que lá estivemos, estava completamente congestionado, optamos por seguir viagem, e assim ganhar algum tempo ao atraso que tínhamos adquirido com a saída de estrada do José Miguel Weinberg.

Além disso, não tinha qualquer controlo de passagem,

Seguimos então para Beja, onde passámos por fora, e depois para Beringel, onde havia um Oásis da Motodiana.

Imagem

Também era aqui que estava o controlo nº 5, feito pelo Grupo Motard de Beringel, com direito a "Comes e Bebes".

Imagem

Uma feira de produtos regionais.

Imagem

E um painel de assinaturas.

Claro que lá deixem a minha, em nome do BMW MC PT.

Imagem

Próximo destino Évora, por onde passámos por fora, e abastecemos.

Imagem

E depois, Évora Monte, onde havia um controlo feito pelo Moto Clube de Moura.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Com o José Miguel, continuava tudo a correr bem.

Imagem

Ao fundo passa a A6, com um grande viaduto.

Imagem

Com as chuvadas, e as temperaturas baixas que estavam, tudo estava muito verdejante, situação pouco comum nesta zona do Alentejo, nesta altura do ano.

Imagem

Imagem

Entretanto, para facilitar os acertos das distâncias medidas, mudei o odómetro de lado.

Imagem

Um pouco mais abaixo, estava o Oásis da Via Verde.

Imagem

Com um "decor" muito interessante para umas fotos.

Imagem

E mais "Comes e Bebes".

O céu continuava carregado, com temperaturas baixas.

Imagem

Seguimos então para Monforte, onde tivemos todo o percurso urbano devidamente orientado pela GNR local.

Muito útil e eficaz.

Imagem

Imagem

Imagem

O estacionamento foi na Praça do Município.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Tivemos direito a Oásis da Hertz.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

A visita ao Museu do Touro, com “Comes e Bebes”.

Imagem

Visita à capela.

Imagem

Imagem

Imagem

Muito interessante.

Fomos de seguida para a Herdade da Torre de Palma, local de Boas Recordações para alguns de nós, mas principalmente, para o Ramiro.

Imagem

Visitámos as suas Ruinas Romanas, situadas no meio do campo, mas muito bem preservadas e protegidas.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem do Raul, sempre com muita perícia para apanhar Bons Ângulos.

Imagem

Destino final, Portalegre, com paragem no Miradouro para controlo.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Finalmente, Portalegre.

Imagem

Imagem

Duas Harley's "enormes".

Imagem

Imagem

A descida foi rápida

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Como não conseguimos arranjar dormidas em Portalegre, tivemos que ir dormir a Castelo de Vide.

Imagem

Depois de um banhinho, fomos aos petiscos.

Imagem

E depois ao jantar, no D. Pedro V, a conselho do Vasco Tomás.

Imagem

Imagem

Finalmente, conseguimos estar todos juntos.

Imagem

Imagem

A confraternização foi muito animada, e durou até tarde.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Mais uma vez, para além do ambiente, a comida estava óptima.

4º Dia - 2ª Etapa - Portalegre - Lamego

Imagem

A nossa hora de saída, no palanque em Portalegre, era às 6:06, meia hora mais cedo do que no dia anterior.

Às 5:40, em frente ao Hotel em Castelo de Vide.

Imagem

A madrugada estava muito fria, 7 graus, com muita humidade.

As nossas Motas, que tinham ficado na rua, pois aqui os hotéis não têm garagem, estavam completamente encharcadas, incluindo a minha "Pele de Ovelha", que parecia uma esponja saturada.

Ninguém diria que estávamos a dias de começar o Verão, parecia Inverno.

Aqui, um erro na minha "agenda", provocou algum atraso e stress no Grupo.

A idade não perdoa, e já faz "mossas", tive que ouvir umas "bocas" o resto do Dia.

O Raul, um dos mais "azedos".

Imagem

O José Miguel, sempre Bem Disposto.

Imagem

O Pedro Esperancinha.

Imagem

O Carlos Esperancinha.

Imagem

A Dupla de "Alto Rendimento".

Imagem

O João Rego, sempre atento e disponível.

Imagem

O Ramiro, à minha espera...

Imagem

Depois da formalidade de passar o Palanque em Portalegre, regressámos pelo mesmo caminho, para Norte, em direcção ao Tejo.

Tínhamos partido ainda de noite mas, pelo caminho, o Sol foi-se levantando.

Imagem

Depois de passarmos algum frio, a primeira paragem, no Castelo da Amieira do Tejo.

Imagem

Com controlo.

Imagem

A cargo do Moto Clube do Porto.

Imagem

Devidamente anunciado.

Imagem

Apesar do "fresquinho", e da hora madrugadora, eram 7:00, a Boa Disposição estava presente.

Imagem

Imagem

Aqui, dois "Velhos" Amigos da Organização, que mandavam Abraços para o Tiago, na Costa do Marfim.

Imagem

Um dos famosos Alicates dos "Picas".

Imagem

Dentro do Castelo também havia muita animação.

Imagem

Com o Raul a dar o "Charme" matinal.

Imagem

E com mais um Oásis da Brisa.

Imagem

A proporcionar imagens "curiosas".

Imagem

Imagem

E um café para acordar e aquecer.

Imagem

E claro, mais uns "Comes e Bebes", para aconchegar os estômagos.

Imagem

Imagem

As tecnologias sempre presentes, com a disponibilização de WiFi.

Imagem

As referências arqueológicas ficaram para outro dia.

Imagem

Lá fora, a animação continuava.

Imagem

Imagem

Imagem

O Mário, experimentava outros meios de transporte.

Imagem

Mas o relógio não parava, e tivemos de seguir viagem.

Imagem

Aqui, começámos a passar por zonas totalmente ardidas, onde a cor negra predomina, apesar dos rebentamentos de verde que já aparecem por todo o lado.

A Natureza também não para.

Seguimos viagem em direcção ao Tejo, passando primeiro pela ponte medieval de Albarrol, com a passagem do Tejo na Barragem do Fratel.

Logo a seguir nova Barragem, da Pracana, que serve para passar o Rio Ocreza.

Paragem em Envendos, Mação, com a presença do MAC TT, Clube TT Mação, e mais uns "Comes e Bebes", desta vez, com o famoso presunto desta região.

Imagem

Imagem

Imagem

O Carlos a descansar.

Imagem

Outros também.

Imagem

Imagem

A Equipa BMW MC PT1, com o Nº 109.

Imagem

Imagem

Seguimos depois em direcção a Proença-a-Nova e Oleiros.

De Proença-a-Nova para Oleiros, e depois até Álvaro, pela N351, é um espectáculo de Vistas, ainda que de cor negra e, principalmente, de Curvas.

Como o ritmo foi um bocadinho "acelerado", nem há fotos...

Assim, só em Álvaro é que parámos, para confraternizar no Oásis da Nexx e, para mais uns "Comes e Bebes".

O local escolhido pelo LaL foi o "Bar da Praia de Álvaro", um local muito aprazível sobre o Zêzere, apesar da paisagem envolvente estar em grande parte queimada, e do frio que estava.

Imagem

A R100RS continuava a portar-se lindamente.

Imagem

Quando chegámos, ainda estava a ser montado o Oásis, mas depois a coisa compôs-se.

Imagem

Logo a seguir parou o simpático grupo de "Cinquentas", que estava a fazer uma excelente média.

Imagem

Estas eram as "Máquinas".

Imagem

Imagem

O velocímetro "dá" 120 km/h.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

O cockpit.

Imagem

O meu sofisticado odómetro, que já vinha a dar problemas há algum tempo, pifou de vez e foi para a mala.

Tive que voltar ao método tradicional, ir olhando, e zerando, um dos totalizadores parciais da mota.

Algo desconfortável, sem possibilidade de ir ajustando a contagem, às indicações do Road Book.

Imagem

Mais problemas com os "devices".

Esta era a ponte por onde íamos passar a seguir.

Imagem

Imagem

A albufeira da Barragem do Cabril estava completamente cheia.

Imagem

Mas, com o frio que estava, não havia "clientes" para a piscina flutuante.

Imagem

Entretanto, o Raul "pôs" o seu Drone novamente no ar.

Imagem

Imagem

Para captar umas imagens em movimento de todos.

Pusemo-nos em formação.

Imagem

Durante a espera para tudo estar no ponto, umas fotos das nossas Motas, que são mais fáceis de obter.

A minha.

Imagem

A do José Miguel.

Imagem

A do Raul.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Tirando a minha, e a do José Miguel, tudo GS(A)'s, que monotonia.

Por fim, lá nos pusemos a andar.

Qualquer dia temos de ver os vídeos que foram feitos, devem estar espectaculares.

Para já, algumas fotografias aqui ficam.

Imagem

Muito Bem Raul.

Dá para ver que a cor dominante, apesar de algum verde que despontou entretanto, continua a ser o Negro.

Imagem

Dali seguimos para a Pampilhosa da Serra, mais uns km's muito interessantes, apesar do constante predomínio da paisagem queimada.

A minha RT.

Imagem

O Mário Ferro.

Imagem

O Pedro Silva.

Imagem

Numa zona mais verde.

O José Miguel Weinberg.

Imagem

A minha.

Imagem

O Vasco Tomás.

Imagem

O Pedro Silva.

Imagem

O Mário Ferro.

Imagem

O João Rego.

Imagem

O Ramiro Matos.

Imagem

Fantásticas estas fotos.

Obrigado Raul.

Chegados à Pampilhosa, onde o BMW MC PT já esteve em Junho de 2015, no "Passeio aos Pinhais do Zêzere",

viewtopic.php?f=2&t=5780&hilit=pinhais&start=10

Deparámo-nos com a sua excelente praia fluvial, agora desactivada.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

O que não nos impediu de usufruir da excelente recepção que o Moto Clube de Gois nos deu.

Imagem

Com ovos mexidos com chouriço, feitos no momento.

Imagem

Nem o Pedro Silva, nem nenhum de nós, se fizeram rogados.

Imagem

Mais uma vez, a envolvente era negra.

Imaginem, o que terá sido o ambiente vivido há cerca de um ano atrás, um dia depois de o LaL ter passado nesta zona.

Seguimos para a Barragem de Santa Luzia, com o Mário sempre de "serviço".

Imagem

Imagem

Muitas das Fotos que aqui apresento, foram tiradas por Ele.

Obrigado Mário.

As vistas eram de cortar a respiração.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Subimos depois ao miradouro da Capela de Santa Luzia.

Imagem

Imagem

Imagem

Para vermos a estrada por onde tínhamos descido à Barragem.

Imagem

E onde a vista era outra vez esplendorosa.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Chegados à aldeia de Fajão, onde também estivemos em Junho de 2015, descemos pelas suas ruelas de xisto.

Imagem

Aqui o André.

Imagem

Seguimos depois para o Piódão, pela Serra do Açor.

E mais uma vez, a desolação era total.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Finalmente avistámos o Piódão, felizmente, no meio do verde.

Imagem

Imagem

Estacionar não foi fácil.

Imagem

Imagem

Imagem

Aqui havia um controlo, com a indicação que tínhamos de subir.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

E foi o que fizemos, até encontrarmos o desejado sinal.

Imagem

Com o Moto Clube da Covilhã, a recebernos com muita simpatia.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Pelos sorrisos, todos estavam a precisar dos "serviços" do Carlos Esperancinha.

Estávamos um bocadinho atrasados.

Imagem

As vistas, ao longe, continuavam Negras.

Imagem

Assim como subimos, mais facilmente descemos.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

E facilmente chegámos novamente à base do Piódão.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Entretanto, o Drone do Raul voltou a subir.

Imagem

E o resultado foi este.

Imagem

Imagem

Imagem

Já no chão.

Imagem

Ainda estivemos a comer umas sopinhas, mas seguimos viagem, a tentar recuperar o atraso.

Imagem

Entretanto, ao passar o Mondego.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

O Céu começou a escurecer, e as primeiras gotas de chuva apareceram.

Imagem

Tivemos de vestir os fatos de chuva.

Choveu com alguma intensidade até Mangualde mas, quando lá chegamos, já tinha parado.

Fomos à sua famosa Praia, onde estava o controlo nº 12.

No entanto, ao contrário do que é habitual em Junho, com muita gente na Praia, o panorama que lá existia era este.

Imagem

Imagem

Imagem

Parecia o "pico" do Inverno.

Fomos depois por Penalva do Castelo e Satão, até Castro Daire, com alguns aguaceiros e as estradas completamente molhadas.

Imagem

Onde havia o controlo nº 13.

Imagem

Feito pela Simpática presença feminina da Brigada Vespista de Castro Daire.

Imagem

Imagem

Imagem

Estas eram as Suas Vespas.

Imagem

Em plena N2, o João Rego, que ainda não tinha feito nenhuma intervenção.

Imagem

E o Mário.

Imagem

Mais uns "Comes e Bebes", desta vez com "Bolo Podre" e Mel.

Imagem

Uma Harley e uma Indian estavam expostas à chuva.

Imagem

Esta Indian.

Imagem

Imagem

E esta Harley, andaram comigo no 12º Lés-a-Lés, também com chuva.

Imagem

Imagem

Mas a chuva era Abençoada por Boa Companhia.

Imagem

Imagem

Há uns km's atrás, pela 1ª vez neste LaL, tive de tirar a "Pele de Ovelha"

Imagem

Estava tudo encharcado.

Imagem

Imagem

Mas, assim como a chuva veio, também se foi.

E lá continuámos pela N2 até Lamego, já com Sol.

Chegámos a Lamego, pelo Santuário de Nossa Sra. dos Remédios.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Descemos depois até ao Centro, onde estava montado o Palanque.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Os Caretos vieram recebernos.

Imagem

Imagem

Rapidamente fomos até à Residencial Solar da Sé, mesmo ao lado do Palanque, para descarregar a bagagem, e tomar um banho.

Imagem

A vista do meu quarto era para a Sé de Lamego.

Imagem

E para as Motas, que mais uma vez ficaram na rua.

Imagem

O grupo que ficou alojado nos arredores de Lamego, fez o mesmo.

O jantar foi no "Paraíso", a conselho do Pedro Silva.

Imagem

E. mais uma vez, foi Excelente.
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 4897
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: Portugal de Lés-a-Lés 2018 5º e 6º Dias

Mensagem por JoseMorgado » 18 jun 2018 03:42

5º Dia - 3ª Etapa - Lamego - Montalegre - Felgueiras

Imagem

A partida estava marcada para as 6:36, em cima do Palanque.

Tive novamente problemas com o meu telemóvel, o que me fez chegar ligeiramente atrasado à partida.

A manhã estava fria, mas seca.

As nossas Motas tinham ficado na rua.

Imagem

Os que tinham vindo do Paraíso Douro, também já estavam a postos.

Imagem

Imagem

O Sol ainda ia baixo, mas demos uma pequena voltinha pelo centro de Lamego.

Imagem

Imagem

E após uma passagem simbólica pelo Palanque.

Imagem

Seguimos em direcção a Penajóia, subindo e descendo as encostas do Douro.

Eram 7:00, estava frio, e a neblina ainda pairava sobre alguns vales.

Imagem

Percorremos depois um pouco da famosa N222, até que parámos em Resende.

Eram 7:30, e tínhamos Cerejas para o Peq. Almoço, oferecidas pela Câmara Municipal.

Imagem

Imagem

Apesar da hora, já havia Boa Disposição, com descontracção à mistura.

Imagem

Imagem

O movimento provocado pelo LaL já se fazia sentir.

Imagem

Imagem

Imagem

A Mota do José Miguel continuava impecável.

Imagem

Fomos em direcção ao Marão, e subimos até à Pousada de São Gonçalo.

Imagem

Uns km's mais à frente, mais um Oásis, desta vez da Antero, com "Comes e Bebes" para variar.

Aqui, pela hora, os mais apreciados eram os Pasteis de Nata e o Café.

Imagem

Imagem

O Raul anda interessado numa G/S Urban, com pneus cardados, como esta.

Imagem

Só para o "Estilo".

Apesar do frio, a que já estávamos habituados, o dia apresentava-se muito agradável.

Imagem

Imagem

A minha Pele de Ovelha já estava outra vez montada.

Imagem

Duas curiosidades.

A Mota do José Carlos Madaleno, uma das portuguesas mais viajadas pelo Mundo.

Ele, e mais uns "Amigos", andam a dar a "Volta ao Mundo".

São os "Eleven UP".

https://www.facebook.com/groups/137562322985706/

Imagem

E a Mota do Ernesto Brochado, a K75 que, no mundo inteiro, deve ter mais km's no totalizador.

Concretamente, 611.932 km naquele dia.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

O espaço e as conversas estavam agradáveis, mas tínhamos que seguir viagem, pois ainda havia muitos km's para percorrer até Felgueiras, passando por Montalegre.

Logo depois, foi obrigatório parar.

A encosta norte da Serra do Alvão estava coberta pelas nuvens, enquanto nós, no alto, estávamos ao Sol.

Imagem

Imagem

Imagem

Com a descida, rapidamente íamos entrar nelas.

Imagem

Depois de mais uns gélidos km's, outra vez com Sol, passamos Mondim de Basto, e fomos até à Casa da Tojeira.

Onde havia mais uns "Comes e Bebes", desta vez com Vinho Verde.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Já lá estava a Elisabete.

Imagem

Assim como o Nuno e o Aníbal.

Imagem

O Francisco, que vinha comigo desde o Marão, aproveitou para fazer umas massagens, que este ano eram disponibilizadas em muitos locais do percurso.

Imagem

Imagem

Voltámos à estrada, e fomos até ao Arco de Baúlhe, para passarmos o Rio Peio.

Imagem

Imagem

Numa ponte muito curiosa, com grandes lajes de pedra.

Imagem

Imagem

Imagem

O desvio da N206, ficava exactamente ao lado do Restaurante Caneiro, onde jantámos na 1ª noite do LaL do ano passado, que começou muito perto dali, em Vila Pouca de Aguiar.

viewtopic.php?f=11&t=5888&start=50

Imagem

Imagem

O Rio Peio, que passámos desta vez, é o que se vê ao fundo desta varanda, muito observado, ao longe, no ano passado. Curioso.

Imagem

Este Ano, ainda era cedo para o Jantar.

Depois de apanharmos novamente a bonita N206, fomos em direcção à Serra do Barroso, onde passámos por um encadeado de lugarejos muito curiosos, e de montanhas com locais e estradas deslumbrantes.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Até chegarmos a um cruzamento, "perdido" no alto de uma Serra, onde estava o controlo nº 15.

Imagem

Imagem

Feito pelo Moto Club do Prado

Imagem

Depois dos locais espectaculares por onde tínhamos passado, a animação e os comentários eram muitos.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Dali voltámos a descer, para mais umas paisagens deslumbrantes.

Imagem

Imagem

Assim como no Sul, também aqui o Céu esteve sempre muito carregado, valendo-nos as "Alturas" a que subíamos, para ficarmos acima das nuvens e apanharmos algum Sol.

Imagem

Imagem

Até que nos perdemos.

Imagem

Imagem

Imagem

Mas, após alguma troca de "ideias", rapidamente encontrámos o caminho certo para Montalegre.

Imagem

Imagem

Aqui, a caminho de Vilarinho de Negrões e Negrões, nas margens da albufeira da Barragem do Alto Rabagão.

Imagem

Já estávamos quase em Montalegre.

Imagem

Imagem

Imagem

Uma vez estacionados, ao lado do Castelo.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Começámos a perceber que alguma coisa estranha se passava.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

À entrada do Castelo também havia Seres de desconfiar.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Lá Dentro, mais interessante ficou.

Imagem

Imagem

Até que chegámos ao controlo.

Imagem

Imagem

E à "Comida e Bebida", aqui com direito a Feijoada Transmontana.

Imagem

A "Presença das Forças do Oculto", e as influências do Padre Fontes, não nos demoveram de apreciar os petiscos.

Além disso, não era "6ª Feira, 13".

Imagem

A cisterna era bem profunda.

Imagem

E o Castelo imponente.

Imagem

Imagem

Obrigado ao Moto Clube Os Conquistadores, de Guimarães.

Imagem

E lá regressámos às Motas, para seguirmos viagem.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Depois de uma voltinha pela zona histórica de Montalegre.

Imagem

Com uma ligeira hesitação.

Imagem

Saímos em direcção ao Rio Cávado e à Barragem da Paradela.

Depois passámos pela bonita Barragem da Venda Nova e subimos à Serra da Cabreira, também muito queimada.

Descemos depois para Vieira do Minho e visitámos a Agro Vieira, onde ia haver "Chega de Bois".

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Uma "Prima" da que deu a capa do meu banco.

Imagem

Imagem

Imagem

Não tínhamos tempo para esperar, e seguimos para Ermal.

Imagem

Imagem

A Barragem de Guilhofrei, seguiu-se-lhe.

Foi construída em 1938, produz electricidade, e é uma das mais antigas de Portugal.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Com controlo dos Moto Galos

Imagem

Imagem

A próxima, é a última Paragem deste LaL.

No Mosteiro de Pombeiro.

Imagem

Imagem

Imagem

Com o controlo do Moto Clube do Porto.

Imagem

E direito a assinaturas

Imagem

Cá fora, a animação era muita.

Imagem

Imagem

Imagem

No interior do Mosteiro, muito rico, tudo era mais recatado.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Já estávamos em Felgueiras, agora, já só tínhamos que chegar ao Palanque.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Os Ferrari's estavam lá para a Guarda de Honra.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Descida "Apoteótica" para o Palanque.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

A estacionar, para apreciar as "ofertas" da FMP, e da Câmara Municipal de Felgueiras, a Capital do Calçado.

Imagem

Após 5 dias, com muitos km's, e muitas horas em cima das Motas, tínhamos terminado com distinção, o 20º Portugal de Lés-a-Lés.

Um dos Melhores de Sempre.

Para o Ano há mais, começará a 19 de Junho aqui, em Felgueiras.

Imagem

O Campeonato do Mundo de Futebol também estava presente na capital do Calçado.

Imagem

Alguns, que estavam com muita pressa, foram logo directos para casa.

Os restantes, foram para o novíssimo Hotel 4615, na Lixa.

À saída de Felgueiras, ainda pudemos ver este Cartaz a anunciar o Lés-a-Lés.

Imagem

O nosso Hotel.

O 46 15 inaugurou há semanas, e é exceptional, foi uma Boa Aposta.

Imagem

Imagem

Imagem

Depois de um reconfortante banho e de umas cervejas Bem Merecidas no Bar, fomos jantar perto do Hotel, num restaurante recomendado pelo Gerente.

Imagem

Para variar, comeu-se muito Bem.

6º Dia - Regresso a Casa

No dia seguinte, fomos partindo para os nossos destinos durante a manhã.

Os mais resistentes.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Eu ainda fui ao Porto.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Este foi o percurso que todos fizemos com distinção.

Imagem

No meu caso, desde que saí de casa, e até lá voltar novamente, foram 2.089 km.

O Carlos Esperancinha mantém a tradição, e continua a furar todos os anos.

Desta vez, já foi no regresso a casa.

Imagem

O Grupo do BMW Motoclube Portugal era composto por 17 pessoas, com alguns estreantes, o que, pela sua dimensão, poderia causar alguns constrangimentos no desenrolar dum Passeio tão longo, tão prolongado, e tão exigente como este.

Imagem

Felizmente, fruto do excelente espírito de camaradagem que houve, da grande liberdade que Todos tinham para seguirem nos seus ritmos mais confortáveis, e do excelente Road Book que o Ernesto Brochado sempre nos apresenta, tudo correu Muito Bem.

Sei que muitos querem repetir esta experiência, o Hotel 46 15 já está apalavrado para as noites de 18 e 19 de Junho de 2019.

Até Para o Ano!!

Em resposta às temperaturas extremas de calor a que no ano passado tínhamos sido sujeitos, arranjei para este ano, uma "capa" de "Pele de Ovelha", para o banco da minha RT.

Imagem

A ideia era fazer com que o banco, que é preto, e atrai o calor, ficando literalmente a arder nos dias de Sol intenso, ficasse branco, e assim repelisse os raios de Sol.

Imagem

Para além disso, pretendia que o mesmo banco ficasse mais almofadado e macio.

Imagem

Um Lés-a-Lés, quer pelo tempo e distância de utilização contínua da Mota a ele associado, quer pelas centenas de vezes que obriga o condutor a montar e desmontar do banco, é o local ideal para testar uma solução destas.

Imagem

Este ano, o Sol esteve quase sempre encoberto, e as temperaturas estiveram sempre anormalmente baixas, pelo que, a funcionalidade de isolar e repelir o calor, nunca chegou a ser testada.

No entanto, a função "almofada", funcionou muito bem.

Imagem

Esta "capa" só tem um problema, com chuva, ou humidade intensa, absorve a água como uma esponja.

Como é muito facilmente montada e desmontada, só temos de a retirar nas situações meteorológicas adversas.

Imagem

Apresentou sempre grande estabilidade posicional, sem nunca sair do "sítio".

Imagem

Apesar dos "protestos" de Alguns, no Verão, com Sol e calor, vou continuar a usar a minha "Capa" de "Pele de Ovelha".

Aliás, estou a pensar registar a "Patente".

Imagem

No Final, Obrigado a Todos pela Excelente Companhia!!
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Avatar do Utilizador
amandio
Membro Veterano
Mensagens: 6228
Registado: 21 abr 2008 12:05
Localização: Oslo, Norway
Contacto:

Re: Portugal de Lés-a-Lés 2018

Mensagem por amandio » 18 jun 2018 08:15

Wow! :shock:
Nem sei o que dizer mais... :roll:

Fantástica e super completa reportagem... com a cobertura de muitos kms.
Amândio de Aveiro
(da Madeira, que já esteve em Oeiras e agora em Oslo)
R1150 GS [2002-2013]

Responder

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes