Passeio ao Museu Ferroviário do Entroncamento

23 de Maio de 2015

 

Ponto de encontro para os que saíram de Lisboa e optaram por fazer o percurso ao longo das Lezírias do Tejo

Imagem

 

Depois de um café na Valada do Ribatejo, chegámos à Ponte Rainha D. Amélia.

Imagem

 

O Almoço no Lusitanos, na Golegã

Imagem

Imagem

 

Algumas das nossas montadas ao Sol

Imagem

 

As motas também tiveram direito a entrar no Museu Nacional Ferroviário

Imagem

Imagem

 

As Rainhas das estradas no Mundo inteiro

Imagem

 

Também havia automóveis no Museu

Imagem

Imagem

 

Uma "Instalação Artística" com um comboio prateado

Imagem

 

Apesar de ser um Museu, cá fora, os comboios actuais continuam a circular

Imagem

 

Algumas peças estão no exterior

Imagem

 

Já dentro do agradável ar condicionado do Museu

Imagem

Imagem

Imagem

 

Pensativo

Imagem

Imagem

 

 

Continuando

Imagem

Imagem

 

A caixa de ferramentas de um operário, com tudo feito pelo próprio, incluindo as ferramentas, como era obrigatório na época

Imagem

 

A tirar as melhores fotos!!

Imagem

 

O quadriciclo a pedais, de um fiscal

Imagem

 

Um quadriciclo a motor, de outro fiscal. O guiador não guia, é fixo!!

Imagem

 

Máquinas de transporte de objectos e máquinas de reparação da via

Imagem

Imagem

 

Sempre um grande interesse pelas explicações da nossa excelente guia

Imagem

Imagem

 

Mais algumas máquinas

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

 

Mais "Viaturas"

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

 

O requintado e confortável comboio presidencial

Imagem

 

O Foguete Lisboa-Porto

Imagem

 

Os modelos também estão presentes

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

 

O Comboio Real

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

 

As máquinas a Vapor, algumas com mais de 350.000 kg, mas que circulavam a mais de 120 km/h

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem