Malas Bmw f650

Moderadores: Rui Viana, pedropcoelho, amandio, JoseMorgado, MHQC


Membro em Estágio
Mensagens: 6
Registado: 01 Jan 2017 18:40
MensagemEnviado: 03 Jan 2017 02:12
Boa noite pessoal,

Iniciei-me há pouco nas motas superiores a 125cc e tenho uma f650 reservada que vou buscar este fim de semana :)

Gostava de vos perguntar que malas e top case usados da bmw sugerem. As malas que é frequente vermos nas k 1100rs sao compativeis com esta mota?

Agradeço as vossas dicas,

Abraço
Joao
Avatar do Utilizador
Membro Veterano
Mensagens: 6063
Registado: 31 Mai 2006 13:24
Localização: Algures em Nenhures
MensagemEnviado: 03 Jan 2017 09:14
As compatíveis com essa mota.
JCunha
Sócio n.º 55
Avatar do Utilizador
Membro Veterano
Mensagens: 5986
Registado: 21 Abr 2008 12:05
Localização: Oslo, Norway
MensagemEnviado: 03 Jan 2017 13:41
joaoventura Escreveu:Boa noite pessoal,

Iniciei-me há pouco nas motas superiores a 125cc e tenho uma f650 reservada que vou buscar este fim de semana :)

Gostava de vos perguntar que malas e top case usados da bmw sugerem. As malas que é frequente vermos nas k 1100rs sao compativeis com esta mota?

Agradeço as vossas dicas,

Abraço
Joao

Viva João, cada modelo tem fixações diferentes pelo que nem todos servem.
A F650 que se refere é de que ano?
Isso ajuda a definir que tipo de malas a utilizar.
As malas das K servem apenas nas K.

Já agora aproveito para convidá-lo a passar por aqui a fazer a sua apresentação aqui à comunidade. :D
Amândio de Aveiro
(da Madeira, que já esteve em Oeiras e agora em Oslo)
R1150 GS [2002-2013]

Membro em Estágio
Mensagens: 6
Registado: 01 Jan 2017 18:40
MensagemEnviado: 04 Jan 2017 00:26
Boa noite Amâncio

Muito obrigado pela resposta.
A mota é de 1995 quais sao os topcase's e malas compativeis com este modelo? Os da 650gs sao compativeis?

O que vos parece esta mota e quais sao as principais questões que devo ter em atencao quando a comprar?

Faço tantas questoes por sou um "verde" condutor de fim de semana de uma SR125 :)
Avatar do Utilizador
Membro Veterano
Mensagens: 5986
Registado: 21 Abr 2008 12:05
Localização: Oslo, Norway
MensagemEnviado: 04 Jan 2017 09:20
Não tenho a garantia 100% mas acho que são compatíveis.
Pelo que me lembro a BMW tem um toprack para essa mota para utilizar a mala da GS

Um pouco mais barato que as originais BMW, tem também as Givi Trekker (malas laterais e top case) que tem o mesmo sistema de fixação. Em preto ou alumínio.

Mas há também outras opções.
Amândio de Aveiro
(da Madeira, que já esteve em Oeiras e agora em Oslo)
R1150 GS [2002-2013]
Avatar do Utilizador
Direcção BMW McP
Mensagens: 4648
Registado: 23 Jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
MensagemEnviado: 04 Jan 2017 12:28
joaoventura Escreveu:O que vos parece esta mota e quais sao as principais questões que devo ter em atencao quando a comprar?


Como já escrevi na apresentação do João Ventura, a F650 é uma mota quase indestrutível!

Desde que tenha sido bem mantida, não dará quaisquer problemas.

É por isso importante dar atenção, caso ela exista, ao historial das manutenções e intervenções mecânicas na mota.

Apesar de não ter muita "experiência" com este modelo, como em todas, convém dar uma vistoria ao quadro, mesmo nas zonas escondidas, p. ex., debaixo do banco e junto da coluna de direcção, para ver se não há zonas de oxidação feias ou sinais de soldaduras, não originais, que denunciariam uma queda grave da mota.

As suspensões também devem ser testadas, mesmo que estaticamente, para ver se funcionam, no seu curso normal, sem prisões ou "solavancos".

Ruídos estranhos, ou "chiadeiras", p. ex., nos eixos do braço oscilante, não são normais.

Dar atenção a fugas de óleo nas mesmas, com especial cuidado ao amortecedor traseiro, pois está mais escondido e, caso esteja a "babar", obrigará a uma reparação cara, ou mesmo à sua substituição.

Quanto a fugas de óleo, convém observar toda a zona do motor e caixa de velocidades, mesmo as mais escondidas, para tentar ver se existe alguma zona mais "suja".

O sistema de escape deverá ser observado, para ver se não existem danos graves e fugas.

Como esta mota tem transmissão secundária por corrente, convém observar o estado da mesma, se não está muito folgada ou muito justa, pois isso causa desgaste prematuro nos rolamentos e retentores do pinhão de ataque, se não permite movimentos laterais, pois esses denunciam um desgaste acentuado dos elos da mesma e se os esticadores, que devem estar na mesma posição relativa em relação ao braço oscilante, não estão na posição limite e ainda permitem que a corrente seja esticada.

Nesta "secção", convém ainda ver se os dentes, do pinhão de ataque e da cremalheira, não estão já demasiado gastos, redondos, ou com inclinação para um dos lados.

Todos este sinais de desgaste da transmissão secundária, excepto o da situação da corrente muito esticada, sem folga, não são críticos para a longevidade da mota mas, se existirem, obrigarão à substituição de todo o sistema, corrente, pinhão de ataque e cremalheira, com os inerentes custos.

O sistema de travagem também deve ser observado, começando pelas tubagens, bombas de pressão, na manete direita e perto do pedal direito, e maxilas, que não devem ter danos ou fugas de óleo visíveis.

Os discos, podem ser controlados, passando o dedo, do centro para a periferia, não devendo apresentar ressaltos, muito evidentes, ao longo do seu raio.

Se, junto à borda exterior ou interior, apresentaram um "degrau circular" significativo, quer dizer que já estão gastos e precisarão de ser substituídos em breve.

As pastilhas, se não estiverem gastas, ainda apresentarão material de desgaste, de espessura superior às ranhuras de controlo.

As jantes e pneus, não deverão apresentar danos, e deverão rodar, livremente, sem entraves, sem oscilações laterais e sem "ruídos" estranhos.

A embraiagem e acelerador, deverão poder ser acionados, de forma suave, sem grande "peso", e "sobressaltos".

Depois de o motor ser posto a funcionar, o que deverá acontecer com ele ainda frio, sem dificuldades, deveremos tentar ouvir se há batidas estranhas no seu interior e se existe saída de fumo pelos escapes.

É a altura ideal para testar o funcionamento de todo o sistema eléctrico.

Luzes, de presença e stop, farol, máximo e médio, piscas, buzina, iluminação do painel, luzes avisadoras etc.

Depois de o motor aquecer um bocadinho, está na altura de engrenar a 1ª e arrancar para uma voltinha.

A 1ª deverá entrar sem grande dificuldade, e o arranque deverá ser suave, sem hesitações e solavancos.

A manete da embraiagem deverá apresentar alguma folga.

As trocas de relação de caixa, ascendentes e descendentes, também devem ser suaves e sem dificuldades.

Em aceleração brusca, o motor não deverá aumentar de rotação á um ritmo mais "acelerado" que a roda traseira, parecendo um motor de caixa automática.

Se isso acontecer, é porque a embraiagem está gasta e a "patinar".

Nas travagens, as mesmas devem ser testadas com os travões, dianteiro e traseiro, separadamente, e devem poder ser doseadas com progressividade, ser brusquidão e sem solavancos ciclicamente repetidos. Se estes acontecerem, os discos estão "ovalizados" ou "empenados".

Durante a voltinha, deve ser testada a estabilidade da mota, que não deverá "fugir", para um dos lados, quando se acelera ou trava.

Nas curvas, não muito lentas, a trajectória deverá ser linear e constante, não devendo aparecer comportamentos, estilo "cobra".

Bem, não sei se o vendedor estará disponível para um teste-drive tão completo, se apresentar problemas, alguma coisa poderá estar a tentar esconder.

Nunca esquecer que, após a compra de uma mota usada, é sempre aconselhável a visita a um concessionário ou oficina de confiança, para uma revisão, onde sejam trocados os óleos, afinadas as válvulas e a carburação.

Não esquecer também que, apesar de a mota, objecto do nosso interesse, apresentar sinais de óptimo estado, a qualquer momento, como a qualquer outra, poderá ser "vitima" de uma avaria não previsível.

Esperando não me ter esquecido de nada.

Bom negócio
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem
Avatar do Utilizador
Membro Veterano
Mensagens: 5986
Registado: 21 Abr 2008 12:05
Localização: Oslo, Norway
MensagemEnviado: 04 Jan 2017 14:37
JoseMorgado Escreveu:Esperando não me ter esquecido de nada.

Esqueceste da questão do tópico... as malas :mrgreen:
Amândio de Aveiro
(da Madeira, que já esteve em Oeiras e agora em Oslo)
R1150 GS [2002-2013]
Avatar do Utilizador
Direcção BMW McP
Mensagens: 4648
Registado: 23 Jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
MensagemEnviado: 05 Jan 2017 02:00
Sobre essas malas, não percebo nada!
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Membro em Estágio
Mensagens: 6
Registado: 01 Jan 2017 18:40
MensagemEnviado: 06 Jan 2017 11:10
JoseMorgado Escreveu:Sobre essas malas, não percebo nada!


Espetacular!Muito útil para uma análise final
Para malta tenrrinha como eu que quer começar passar uns bons momentos nas curvas esta resposta é perfeita.

Muito obrigado!

Um abraço

Voltar para Acessórios Moto

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante